Dieta

Entendendo a Dieta Sem Carboidratos (Zero Carb)

Entendendo a dieta sem carboidratos (Zero Carb – No Carb)

Uma dieta baixa em carboidratos não é o mesmo que uma dieta sem carboidratos. Uma dieta com zero carboidratos é muito mais intensa e exclui todos os carboidratos. Então, como o seu corpo obtém energia?A gordura será a fonte principal e a proteína será a reserva. A maior parte da sua ingestão em uma dieta sem carboidratos será queijo, peixe, ovo e carne.

A consequência natural disso é um estado cetogênico, (alto consumo de gordura e de proteína e uma baixa ingestão de carboidratos), pois a gordura consumida é convertida em cetonas.

Oxidação de gordura não é a configuração regular de seus processos metabólicos que normalmente dependem de carboidratos. Por esta razão, uma dieta rígida sem carboidratos deve ser sempre examinada por um médico, especialmente se você tiver quaisquer condições médicas que possam tornar perigoso tentar.

Embora seja chamado de uma dieta sem carboidratos e restringe a ingestão para menos de 50 gramas de carboidratos por dia, você ficará surpreso que, mesmo quando você come mais carboidratos, você ainda continuará a perder peso.

Como iniciar uma dieta sem carboidratos – (Zero Carb)?

É difícil começar com um regime alimentar tão rigoroso sem preparação prévia. Então, dê a si mesmo algum tempo para se preparar. Elabore uma lista de itens alimentares permitidos. Concentre-se na comida que você tem permissão para comer (dietas sem carboidratos podem ser saborosas e você não terá que abrir mão de tudo). Há muitos itens saborosos que podem ser consumidos mesmo em um regime restrito desse tipo.

Criatividade é a chave para desfrutar da sua dieta restrita. Esteja pronto e disposto a experimentar novas receitas e planos de refeição diferentes.

Primeiro, avalie quantas calorias de carboidratos você pode comer todos os dias. Isso dependerá das suas metas de perda de peso e do peso corporal atual. Você vai perceber rapidamente que comer menos carboidratos muda e otimiza sua composição corporal e proporção, deixando-o em melhor saúde metabólica e com melhores níveis de biomarcadores de saúde.

A boa notícia é que, se você ingerir carboidratos suficientes para manter os níveis de glicose e glicogênio para abastecer seu cérebro com glicose, você perderá gordura sem qualquer queda no nível de energia, função mental ou alterações de humor.

As dietas como a Paleo e a Atkins são dietas pobres em carboidratos que funcionam bem em populações sedentárias, mas não com pessoas ativas. Se você corre, treina com pesos, pratica ciclismo ou pratica qualquer outra atividade de alta energia, uma dieta sem carboidratos não fornece calorias suficientes.

As dietas devem ser adaptadas às suas circunstâncias específicas, tipo de corpo, condições de saúde, atividade e objetivos.

Pense nisso como dirigir um carro. Se seu carro está sempre trancado na garagem, não importa se você enche o tanque com gasolina ou não. Mas se você dirigir longas distâncias todos os dias, precisará recarregar com frequência ou ficará sem combustível.

Seu corpo é a mesma coisa. Consumir carboidratos enquanto você é sedentário, só inunda o sangue com glicose extra que é armazenada como gordura, levando a diabetes, colesterol alto, resistência à insulina e outros problemas – mas, se você zerar carboidratos enquanto estiver ativo, sentirá fadiga, irritação, depressão, perda muscular e óssea, desempenho abaixo do ideal, insônia, menor desejo sexual e uma taxa metabólica mais lenta.

Então, uma dieta sem carboidratos não é bom para a saúde?

Nutricionistas normalmente recomendam que 50% a 65% de suas calorias diárias sejam provenientes de carboidratos, 20% a 30% de gorduras e o restante de proteínas. Uma dieta sem carboidratos, por outro lado, fornece 70% das necessidades energéticas de gordura, 30% de proteína e quase nenhum de carboidratos.

Como a gordura corporal tem de ser convertida em cetonas antes de ser usada como combustível após a depleção de glicogênio, isso também é chamado de dieta cetogênica, ou simplesmente “ceto” . Os fisiculturistas adotam uma dieta sem carboidratos antes de competições para manter a massa muscular, forçando o corpo a queimar gordura para obter energia.

Uma dieta sem carboidratos não é, portanto, insalubre, mas produz algumas alterações metabólicas incomuns em seu corpo, que agora se adapta a uma baixa ingestão de carboidratos, encontrando fontes alternativas de energia, como converter gordura e proteína em glicose. Seu cérebro muda para usar essa fonte alternativa de combustível quando sua ingestão de carboidratos cai para menos de 50 gramas por dia.

Originalmente recomendado para pessoas com obesidade mórbida ou epilepsia, uma dieta sem carboidratos agora está ganhando popularidade, depois de muita pesquisa feita em dietas balanceadas de carboidratos.

Muitos atletas americanos, como o atacante do New York Giants, Geoff Shwartz, fala o seguinte sobre uma dieta com zero carboidratos, “você se sentirá mais magro, mais enérgico e se recuperará mais rápido dos treinos. Você só vai se sentir melhor em geral”.

Dois benefícios de uma dieta sem carboidratos destacada pelo especialista americano em nutrição Dr.Steve Phinney é que a perda de gordura é substituída pela massa muscular magra, e mecanismos anti-inflamatórios são ativados levando a menos dor após o treinamento.

Não há consenso sobre dietas com baixo / nenhum carboidrato

A nutricionista americana da UCSF, Katie Ferraro, não concorda. Ela acha que uma dieta sem carboidratos é ineficiente no processamento de gordura e proteína para energia.

É como tentar dirigir um carro no vazio!” Diz o articulado professor assistente, comparando uma dieta sem carboidratos como encher o tanque de gasolina de um carro com diesel… e então esperando o desempenho máximo dele.

“Isso não é uma boa maneira de comer por um longo tempo”, diz ela.

Uma dieta sem carboidratos exige que você coma alimentos naturais (não processados) com baixo teor de carboidratos. Coma claras de ovo e queijo no café da manhã. Frango e legumes para o almoço. Hambúrgueres, queijo e mais vegetais para o jantar. Suplementado com shakes de proteína low-carb.

Schwartz, outro especialista americano em nutrição, diz que é difícil garantir que 70% ou mais de suas calorias sejam provenientes de gordura. Comer muita comida gordurosa é difícil, mesmo se você adicionar bastante coco e azeite de oliva, abacate e muito mais em suas receitas.

O que você come em dietas Zero Carb?

Como perder peso rapidamente? Depende do seu estado de saúde, do seu nível de atividade e do seu peso. Escolha itens alimentares menos processados ​​que se ajustem ao seu orçamento. Sua dieta incluirá proteína e gordura, com muito pouco carboidrato.

A base pode ser carne de porco e ovos ou outras carnes e peixes como atum e salmão. Óleo de peixe ou óleo de semente de linho pode compensar o resto das suas necessidades de calorias. Você pode comer carne, ovos, peixe, legumes, frutas, nozes, sementes, queijo com baixo teor de gordura, iogurte, creme azedo e óleo saudável.

Você deve evitar açúcar, gordura trans, trigo e alimentos altamente processados. Se a perda de peso não é o seu objetivo principal, você pode comer mais carboidratos como batata-doce, arroz, aveia, quinoa e legumes e beber café, chá ou refrigerante sem adoçantes.

Efeitos colaterais de dietas sem carboidratos

Quanto mais tempo você ficar em uma dieta de zero carboidratos, mais estresse será colocado em seus rins e fígado. Dor de cabeça, náusea, cansaço e mau hálito são efeitos colaterais comuns de uma dieta cetogênica. Ingestões prolongadas de baixo carboidrato podem até reduzir a libido.

Todas estas são razões pelas quais uma dieta sem carboidratos é destinada apenas para perda de peso a curto prazo, e não podem ser um plano de longo prazo.

Além disso, em um sentido prático, uma dieta sem carboidratos se torna restritiva nas escolhas alimentares. Depois de um tempo, uma refeição de cogumelos, espinafre e aspargos começa a parecer desagradável, mesmo que você esteja perdendo quilos extras de gordura.

Uma abordagem mais equilibrada para a perda de gordura do que uma dieta sem carboidratos terá um seguimento mais amplo. Entre as melhores escolhas indico a Dieta de 17 Dias‘, um e-book com ênfase na alimentação saudável e outras práticas saudáveis.

 

2 Comentários

Avatar
Luana Santana 3 de março de 2019 at 09:22

Amei seu site e Adorei suas dicas. vao me ajudar muito

Resposta
Cris Fontana
Cris Fontana 3 de março de 2019 at 15:07

Oi Luana, tudo bem??
que bom que gostou, esperamos que te ajude muito.
Bjs.

Resposta

Deixe um comentário